• samanthamendes3

Efeitos da COVID-19 a longo prazo



Já ouviram falar dos sintomas que podem aparecer após a COVID-19? Você ou algum parente ou amigo que teve a doença reclamou de cansaço ou perda de memória, por exemplo? Vamos explicar um pouquinho para vocês sobre isso no post de hoje.

Estamos vivendo há mais de um ano nesta pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2. Certamente nós já sabemos todos os efeitos a curto prazo causados por essa infecção. Porém, além dos sintomas a curto prazo, há vários relatos e revisões recentes descrevendo uma série de sintomas que podem permanecer ou aparecer meses após a infecção por esse vírus. Essa nova condição pode ser chamada de COVID pós-agudo ou COVID longa, nomes que inclusive podem expressar situações distintas decorrentes da consequência da infecção pelo SARS-CoV-2.

Em pesquisas feitas nos Estados Unidos, China e na Itália, a fadiga e falta de ar se encontram no topo da lista dos sintomas mais recorrentes em pacientes, meses após a infecção por SARS-CoV-2. Dificuldade cognitiva ou de concentração, dores de cabeça, perda do olfato e/ou paladar, tonturas, tosse, dores nas articulações ou nos músculos, depressão, ansiedade e febre também foram sintomas muito frequentes entre esses pacientes. No entanto, manifestações em diversos órgãos foram relacionadas a COVID longa, como sequelas cardiovasculares, gastrointestinais, metabólicas, renais, neurológicas e até dermatológicas, sendo a queda de cabelo presente em alta frequência nesses estudos.

Os pesquisadores constataram dois pontos importantes: o primeiro é que as sequelas da COVID são evidentes mesmo entre pacientes que não precisaram de hospitalização e o segundo é que o risco e a intensidade da COVID longa podem estar relacionados com o espectro de gravidade da doença que o paciente experienciou.

Devemos frisar que os mecanismos por trás da COVID longa ainda são desconhecidos, mas a resposta inflamatória e os distúrbios de coagulação podem estar envolvidos nos sintomas observados meses após a infecção inicial por SARS-CoV-2. De qualquer forma, a COVID longa parece ser mais um desafio que essa Pandemia nos trouxe, uma vez que tem impacto direto nos sistemas de saúde levando a comunidade médica e científica a discutir abordagens multidisciplinares para tratar esses pacientes.



12 views0 comments

Recent Posts

See All